Este site utiliza cookies e outras tecnologias de rastreamento para fornecer nossos serviços, melhorar o desempenho e funcionalidade de nossos serviços, analisar a utilização de nossos produtos e serviços, bem como para dar suporte aos nossos esforços voltados à propaganda e ao marketing.

Política de cookies   Aviso de privacidade

Previous Next

CENTRO DE CONHECIMENTO

Retrocessos de Chama: Como Evitar?

O retrocesso de chama é uma das principais causas de acidentes com equipamentos oxicombustíveis.

Conhecido também por "engolimento de fogo", o retrocesso ocorre fundamentalmente pela diferença entre as velocidades de saída dos gases e a velocidade de queima da chama. Para que o sistema opere corretamente é necessário que essas velocidades sejam iguais.

Causas mais comuns do Retrocesso de Chama

  • Os reguladores ou o maçarico não estão corretamente ajustados (pressão/vazão);
  • Insuficiência no sistema de fornecimento de gás;
  • Obstrução no bico;
  • O orifício do bico está aumentado, provavelmente devido ao uso incorreto da agulha de limpeza;
  • Uma das mangueiras de gás está obstruída, ou o seu diâmetro é pequeno;
  • Mistura gasosa (gás combustível + oxigênio) nas mangueiras.

Os retrocessos de chama são classificados em três tipos: retrocesso longo ou sustentado, retrocesso total ou retrocesso momentâneo. Todos eles são extremamente perigosos e podem acarretar graves acidentes.

 

Quais são as principais causas e como evitá-los para uma operação segura?


Retrocesso longo1. Retrocesso Longo ou Sustentado
A chama retrocede e continua se queimando no interior do maçarico, normalmente no ponto de mistura do oxigênio com o gás combustível. Depois do som inicial de uma detonação surge um som sibilante. Este retrocesso deve ser imediatamente interrompido, sob o risco de fundir o maçarico.

Medidas corretivas:

  • Feche primeiro o oxigênio e depois o gás combustível;
  • Esfrie o maçarico com água, se for necessário;
  • Verifique as sedes e o bico (desgaste, trincas, riscos, etc.);
  • Não utilize mais o maçarico antes de uma inspeção minuciosa de seu funcionamento.

Retrocesso Total2. Retrocesso Total
A chama retrocede pelo maçarico e penetra em uma das mangueiras de gás, causando ou não a sua explosão.

No pior dos casos, se não houver um dispositivo bloqueador de retrocesso instalado no maçarico, a chama pode seguir pelas mangueiras e continuar pelo interior do regulador, penetrando no cilindro de gás, com graves consequências.

Medidas corretivas:

  • Feche imediatamente o fornecimento de oxigênio e gás combustível;
  • Verifique se o cilindro de gás combustível não está quente. Se estiver, feche a válvula de saída do mesmo.
  • Esfrie o cilindro com água, evacue o local e isole a área, comunicando imediatamente à Brigada de Incêndio.

Retrocesso Momentâneo3. Retrocesso Momentâneo
No retrocesso momentâneo a chama retrocede em direção ao interior do maçarico com uma crepitação. A chama se apaga e volta a acender na ponta do bico.

Medidas corretivas

  • Feche o oxigênio;
  • Feche o gás combustível;
  • Deixe que esfrie o maçarico, verifique a causa e elimine o problema (normalmente é um problema de não encaixe entre as sedes do maçaricos e do bico);
  • Acenda o maçarico novamente.
x
x

x

Loading..